Anglo American assina acordo de US$ 1,5 bilhão para venda dos negócios de Nióbio e Fosfatos

Catalão, 28 de abril de 2016.

Postado às 10h51

Via ASCOM

O Grupo Anglo American anuncia que chegou a um acordo com a China Molybdenum Co. Ltd (“CMOC”) para vender seus negócios de Nióbio e Fosfatos por um montante total de US$ 1.5 bilhão (“a transação”). O valor total acordado será pago à Anglo American na conclusão do processo de venda, sujeito a determinados ajustes na conclusão e pós-conclusão da venda.

 

Os negócios de Nióbio e Fosfatos estão localizados nos estados de Goiás e São Paulo. O negócio de Fosfatos é formado por uma mina, planta de beneficiamento, dois complexos químicos e dois depósitos minerais adicionais. O negócio de Nióbio é formado por uma mina e três plantas de processamento, duas minas que não estão em atividade no momento, dois depósitos minerais adicionais e escritórios de Vendas e Marketing no Reino Unido e Singapura. Juntos, os negócios geraram um EBITDA de US$ 146 milhões no ano de 2015.

 

Mark Cutifani, presidente global do Grupo Anglo American, disse: “A venda dos nossos negócios de Nióbio e Fosfatos é outro passo positivo no reposicionamento estratégico da Anglo American que anunciamos em fevereiro. Os proventos da transação, juntamente com as melhorias de produtividade e redução de custos que estamos promovendo no negócio, nos permitirão continuar a reduzir a nossa dívida líquida para o nosso nível desejado de menos de US$ 10 bilhões no final de 2016. Essa transação confirma o nosso compromisso com a criação da nova Anglo American, posicionada para oferecer rentabilidade e fluxos de caixa robustos ao longo do ciclo de preços”.

 

A transação é condicional às habituais aprovações regulatórias da República Popular da China e à aprovação dos acionistas da CMOC. A Anglo American recebeu compromissos vinculatórios dos dois principais acionistas da CMOC, detentores de 63% das ações, para apoiar a transação. É estimado que a transação seja concluída no segundo semestre de 2016.

 

A Anglo American planeja usar os proventos para reduzir o seu nível de endividamento.

 

Nota: (1) O EBITDA de US$ 146 milhões é baseado da definição do EBITDA fornecida no Relatório Anual da Anglo American plc. Adicionalmente, em 2015, US$ 17 milhões do EBIT foram capitalizados em relação ao projeto Boa Vista Fresh Rock (BVFR).

 

Nota aos editores:

 

O negócio Fosfatos abrange os seguintes ativos e instalações:

§  Mina Chapadão

§  Planta de beneficiamento em Ouvidor

§  Complexo químico em Catalão

§  Complexo químico em Cubatão

§  Depósitos minerais Coqueiros e Morro Preto

 

O negócio Nióbio abrange os seguintes ativos e instalações:

§  Mina Boa Vista

§  Planta de beneficiamento e metalúrgica Boa Vista

§  Planta Boa Vista Fresh Rock (BVFR)

§  Planta Tailings

§  Mina I e Mina II (que não estão em atividade no momento)

§  Depósitos minerais Área Leste e Morro do Padre

 

Produção   1oTrimestres 2016

 

2015
Nióbio (t)   1.400 6.300
 

Fosfatos (t)

Concentrado

Ácido Fosfórico

Fertilizantes

DCP

 

   

 

333.100

79.100

274.900

31.500

 

 

 

1.341.400

265.100

1.110.800

147.300

Resultados financeiros (US$m, 2015)

 

   
Receita     $544
EBITDA     $149
Lucro antes de impostos     $69
Ativos brutos     $1.279

 

Sobre a China Molybdenum Co.

 

A China Molybdenum Co., Ltd. (CMOC) está inserida principalmente na mineração, processamento, fundição e processamento profundo de tungstênio e molibdênio; exportações de molibdênio, tungstênio e produtos químicos; mineração e processamento de cobre; bem como na mineração, processamento, produção e venda de ouro e prata. A CMOC opera a quarta maior produtora de cobre na Austrália, Northparkes, que está localizada a 27 quilômetros ao norte do município de Parkes, no Centro-Oeste NSW. Northparkes é 80% de propriedade da CMOC e é gerida e operada em nome da Northparkes Mines Joint Venture. Além disso, a CMOC opera a mina Sandaozhuang, de molibdênio e tungstênio, da qual é 100% proprietária, localizada em Luoyang China. A CMOC é duplamente listada nas Bolsas de Valores de Hong Kong (HK3993) e de Shanghai (SH603993).

 

Sobre a Anglo American

 

A Anglo American é uma empresa global de mineração diversificada. O nosso portfólio de operações de mineração de alta competitividade mundial e os recursos em desenvolvimento fornecem as matérias-primas para atender às crescentes demandas voltadas para o consumidor das economias desenvolvidas e em fase de desenvolvimento. Nossas pessoas são o coração do nosso negócio. São nossas pessoas que utilizam as mais recentes tecnologias para encontrar novos recursos, planejar e construir nossas minas e que mineram, processam, transportam e comercializam os nossos produtos – desde diamantes (por meio da De Beers) até a platina, outros metais preciosos e cobre – para os nossos clientes ao redor do mundo.

 

Como uma mineradora responsável, somos os guardiães desses recursos preciosos. Trabalhamos em conjunto com os nossos principais parceiros e stakeholders para explorar o valor de longo prazo que esses recursos representam para os nossos acionistas, mas também para as comunidades e os países em que operamos – criando valor sustentável e fazendo uma real diferença.

 

A empresa atua no Brasil desde 1973 e hoje está presente no País com quatro produtos: minério de ferro, com o Minas-Rio, um dos maiores empreendimentos de exploração de minério de ferro em operação no mundo; níquel, com operações nos municípios de Barro Alto e Niquelândia, em Goiás; nióbio, presente nos municípios de Catalão e Ouvidor, em Goiás; fosfatos, com operações nos municípios de Ouvidor (GO), Catalão (GO) e Cubatão (SP).

 

Mais informações sobre a empresa estão disponíveis no site www.angloamerican.com.br.

 

1 Comment
  1. cleber.catalao@yahoo.com.br'1 ano ago
    cleber borges rabelo

    E o que esta transação vai representar para a classe trabalhadora da mineradora em Catalão e Ouvidor?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>